20 de ago de 2009

Aconteceu... Você conheceu aquela mulher especial, que fez você perder noites de sono e questionar todos os seus sentimentos, desejos e... sua sexualidade. O que você já admitia como certo já não é mais tão exato assim, e então você tem que decidir se vive ou não o seu desejo, se fica ou não fica com ela. Porém, entre o desejo e a “consumação” do ato pode existir um longo caminho, muitas vezes doloroso e cheio de ansiedades e culpas. Muitas desistem sequer antes de tentar, outras tentam, mas não suportam a pressão (dos outros e de si mesma), enquanto muitas optam por viver uma vida escondida. E existem aquelas que, com muita coragem, abrem-se para o mundo e vivem seu desejo de peito aberto. E para as que buscam viver seu desejo (escondidas ou não), existe inevitavelmente a primeira vez...

Essa é uma situação que gera muita ansiedade e nervosismo, ainda mais por ser um tipo de relação ainda cercada de preconceitos, mistérios e tabus. Por isso vão aqui algumas “dicas” para aquelas que tiveram a coragem de assumir seu desejo por mulheres e decidiram ter a sua primeira vez com garotas:

Não apresse as coisas: deixe tudo fluir naturalmente, para acontecer quando vocês se sentirem confortáveis. Aproveite o período de “ficadas”, antes da transa em si, para conhecer a outra e se deixar conhecer, experimentando sensações, toques, beijos etc. Isto gera confiança e cumplicidade, muito importantes na primeira vez, além de deixar o tesão nas alturas. Tudo!

Caso já tenha transado com homens, lembre-se: é tudo completamente diferente. Muitas mulheres têm relações heterossexuais antes de se relacionarem com mulheres, o que é comum e natural. Mas uma relação entre duas mulheres é completamente diferente de uma relação entre um homem e uma mulher. Abra-se para novas sensações, posições, toques, acessórios e vários outros tipos de prazer e orgasmos. Muitas vezes pode ser mais terno e carinhoso, mas pode ser também absolutamente selvagem. Quebre seus esteriótipos e prepare-se!

Tem coisas que a gente parece já nascer sabendo. Sim, é verdade, ficamos bem inseguras na primeira vez que vamos fazer algumas coisas... Mas a dica é: relaxe e siga seus instintos, você vai se surpreender e perceber que parece que nascemos sabendo fazer certas coisas... Preste atenção nas reações da sua parceira e, caso as duas curtam e tenham liberdade para isso, peça pra ela te ajudar falando do que gosta, o que deseja, etc. No início, o diálogo pode ser importante e ajudar a dar segurança. E o melhor de tudo isso: a prática leva à perfeição.

Conheça-se. Pode parecer clichê, mas não adianta, é fato: conhecendo nosso corpo conhecemos melhor as formas de dar e obter prazer com ele. Parece-me meio lógico, não?

A primeira vez é inesquecível, mas na maioria das vezes não é a melhor. Na primeira vez o nervosismo, a ansiedade e a inexperiência podem atrapalhar um pouco. Por isso, se a primeira vez não for tudo de bom, não se cobre e relaxe. Acredite, com o tempo e a prática tudo fica absolutamente delicioso.

Não leve muito a sério dicas de primeira vez, a não ser esta: relaxe e goze. Todas estas dicas podem ajudar, mas o básico é o seguinte: em termos de sexo, cada casal e cada uma sabem do que gosta e como gosta. O importante é permitir-se e deixar fluir, o que pra muitas é o mais difícil, por conta das expectativas, travas e crenças que temos. Mas quando relaxamos e nos permitimos sentir prazer, tudo vem naturalmente.

Então, caso tenha decidido permitir-se e “testar” sua homossexualidade (ou bissexualidade), fique tranqüila e aproveite. Pode ser que você perceba que não é a sua, que foi só um momento. Ou pode ser que você descubra um mundo novo, cheio de maravilhas, que te realiza e faz feliz. Neste caso, bem... seja bem-vinda ao clube!
Dia da Visibilidade Lésbica em todo o Brasil
Confira a programação que grupos prepararam para a data em várias cidades do país

Por Redação
Publicado em 26/8/2008 às 14:34

Fotos




Crédito: Nina Lopes
Várias cidades do Brasil prepararam programação para marcar o Dia da Visibilidade Lésbica



Nesta semana, diversos grupos em todo o país prepararam uma programação especial para marcar o Dia da Visibilidade Lésbica, celebrado em 29 de agosto.

A redação do Dykerama.com reuniu todas as informações e disponibiliza agora a programação completa do Dia da Visibilidade Lésbica em Fortaleza, Santos, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, São Paulo, Recife, Rio de Janeiro, Manaus e Natal.

Fortaleza
O grupo LAMCE (Liberdade e Amor entre Mulheres do Ceará) promove até o dia 29 de agosto a III Semana da Visibilidade Lésbica.

O evento conta com várias atividades políticas e culturais, entre elas jogos de futsal, exibição de curtas, debates, e, encerrando a programação, o Seminário "Visibilidade Lésbica: atitude, respeito, liberdade e Políticas Públicas".

Confira:

Terça, 26 de agosto
Projeto Terça Negra Apresenta- "Lesbianidade e Negritude - Meu mundo é esse!"
18h - Exibição do Curta metragem "Meu mundo é esse!"
18h30 - Mesa de Debate: Lesbianidade e Negritude
20h - Apresentações Culturais

- Grupo de Capoeira
- Cumades do RAP
- Luanna Marley e Banda

Local: Mercado dos Pinhões

Quarta, 27 de agosto
18h - II Jogos Lésbicos de Futsal Feminino

Quadrangular de Futsal

Local: Ginásio Aécio de Borba

Sexta, 29 de agosto
Seminário "Visibilidade Lésbica: atitude, respeito, liberdade e Políticas Públicas!"
14h - Mesa de Abertura
14h30 - Mesa Temática: Lesbianidade e Feminismo
16h30 - Mesa Temática: A cultura lésbica como forma de expressão e atitude!
18h - Mesa Temática: O Movimento de Mulheres como sujeito político: desafios e perspectivas
Lançamento do Livro "Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE): Um Breve Resgate Histórico"
Organização: Marylucia Mesquita
20h - Ato Público pelo fim da Lesbofobia e do Racismo

Local: Auditório do Centro Cultural Dragão do Mar de Arte e Cultura.

Para mais informações, acesse www.grupolamce.blogspot.com, envie um e-mail para lamcegrupo@hotmail.com ou ligue para (85) 8690-6467.

Santos
O grupo LOBAS - Lésbicas Organizadas da Baixada Santista, em parceria com o CTA-Santos, Guarujá e Praia Grande, Cecon Joana D´arc (Guarujá), APIS (Praia Grande), Hipupiara (São Vicente), Projeto Sentinela e Grupo de Jovens LGBT (Praia Grande), AVE e CRH (São Vicente) e Negra Cidadã (São Vicente), realiza no próximo dia 29 de agosto diversas atividades específicas para lésbicas e mulheres bissexuais.

Na programação estão oficinas de Cidadania e Gênero, Sexo mais Seguro para as lésbicas e mulheres bissexuais, banda com música, apresentação de vídeos temáticos, mostra de artesanato, teatro, pirofagia, entre outras atividades.

As atividades terão início às 15h, no CTA-Santos, que fica à Rua Silva Jardim, 94. O evento é aberto à participação de todos. Mais informações: (13) 3383-2166.

Brasília
A Associação Lésbica Feminista de Brasília - Coturno de Vênus e a Sapataria – Coletivo de Mulheres Lésbicas e Bissexuais do DF prepararam uma série de atividades para comemorar o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica.

A programação já está rolando desde o começo do mês. Nesta terça (26) acontece a III Mostra Lésbica de Cinema e Vídeo. Na quinta, tem balada para as meninas: a Festa das Lésbicas acontece no Espaço Galleria, a partir das 23h. E no domingo (31) a celebração culmina na IV Parada Lésbica de Brasília.

Confira a programação completa no site www.coturnodevenus.org.br.

São Paulo
Para a comemoração do Dia da Visibilidade Lésbica os estudantes de Letras da USP, por meio do CAELL (Centro Acadêmico de Estudos Lingüísticos e Literários), organizam no próximo dia 28 de agosto, às 18h, um debate sobre literatura lésbica com a participação de renomadas escritoras e editoras.

O Centro Acadêmico de Estudos Lingüísticos e Literários fica à rua do Lago, 717, na Cidade Universitária. O evento é gratuito e aberto à participação de todos.

Também em São Paulo, a Secretaria de Participação e Parceria, por meio da Cads - Coordenadoria de Assuntos de Diversidade Sexual – promove até o dia 29 de agosto a IV Semana da Visibilidade Lésbica.

Nesta terça (26), a partir das 19h, acontece a mesa redonda “Visibilidade Lésbica - o segmento de mulheres lésbicas e bissexuais na mídia”, com a presença de renomadas jornalistas e comunicadoras lésbicas.

No dia 27, a Cads realiza uma visita à exposição “Bossa na Oca”, que homenageia os 50 anos da Bossa Nova.

Na véspera do Dia da Visibilidade Lésbica, dia 28, rola uma exibição especial de filmes com a temática lésbica na Galeria Olido, centro de São Paulo.

Finalmente, no dia 29, Anita Costa Prado, criadora da personagem lésbica Katita, fará uma noite de autógrafos na Livraria HQ Mix.

Confira abaixo a programação completa:

26/08 – Mesa redonda “Visibilidade Lésbica - o segmento de mulheres lésbicas e bissexuais na mídia”
Jornalistas e comunicadoras lésbicas comporão a mesa. Será aberto ao público. A atividade será no Auditório da SMPP, localizado à rua Líbero Badaró, 119, térreo, das 19h às 22h.

27/08 – Visita a Exposição Bossa na Oca
Será realizada uma visita à exposição que homenageia os 50 anos da Bossa Nova, localizada no Parque do Ibirapuera. Traslado será a disponibilizado para levar as interessadas. Os ingressos são limitados. As interessadas devem ligar para o telefone: (11) 3113-9749 (Cads).

28/08 - Mostra de curtas lésbicos
O Cine Olido, em parceria com o Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, celebrará a “Semana da Visibilidade Lésbica” com exibições especiais de filmes com esta temática. As sessões acontecerão no dia 28 de agosto, às 15h, 17h e 19h e todas estarão no programa Mix Brasil.

A Galeria Olido está localizada à Av. São João, 473, centro.

29/08 – Noite de autógrafos com Anita Costa
A criadora da personagem lésbica Katita, fará uma noite de autógrafos na Livraria HQ Mix. Praça Roosevelt, localizada entre as ruas Augusta e Consolação, atrás do Cemitério da Consolação.

Curitiba
Com o objetivo de analisar e debater os avanços em direitos humanos e cidadania da mulher Lésbica e Bissexual do Estado do Paraná, a ARTEMIS - Associação Paranaense de Lésbicas, em parceria com a área de Lésbicas do Grupo Dignidade (Diglés) realiza nos dias 29, 30 e 31 de agosto o 2º Seminário Paranaense de Lésbicas (SEPALE).

A programação do 2º SEPALE inclui questões políticas, sociais, educacionais e culturais que envolvem as mulheres lésbicas e bissexuais do Paraná. O lema do seminário, "Cidadania, um direito de todas as mulheres lésbicas e bissexuais", foi escolhido pelas ativistas de direitos Humanos LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais).

Para mais informações sobre o seminário, ligue (41) 3222-3999, (41) 9177-1686 (com Kelly Vasconcellos) ou envie um e-mail para artemis.apl@gmail.com.

Porto Alegre
Os grupos Legau – Lésbicas Gaúchas e Outra Visão prepararam uma programação especial para o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica.

No dia 29 de agosto, a partir das 20h, acontece um bate-papo com mulheres ativistas e personalidades da comunidade lésbica local e um coquetel para o público. No dia 31, a partir das 15h, rola uma grande festa para as mulheres, com apresentação de Valéria Houston e as presenças de Ilse Lampert, DJ Patty, Blanca Queiroga e um show de dança flamenca.

Os eventos acontecem no Venezianos Pub Café, que fica à rua Joaquim Nabuco, 397, Cidada Baixa, em Porto Alegre. Outras informações: (51) 3221-9275.

Recife
De 23 a 30 de agosto acontece na capital de Pernambuco a Semana da Visibilidade Lésbica, com seminários, Audiência Pública na Assembléia Legislativa, panfletagem, lançamento oficial do Grupo Luas e Campeonato de Futebol de Mulheres. Realização: Grupo Luas. Mais informações: (81) 8722-1667 / 8779-4312 / 8766-0765.

Em Olinda acontece a exposição fotográfica "Existência Lésbica", no Centro de Cultura Luiz Freire (rua 27 de Janeiro, 181 - Carmo), além de mostra de filmes e lançamento de livro.

Rio de Janeiro
No dia 29 acontece a festa do Dia da Visibilidade Lésbica e lançamento do Projeto Laços e Acasos. Infos: Grupo Arco-Íris: (21) 2215-8844 / 2222-7286. Local: Rua Monte Alegre, 167 - Santa Teresa.

Também na Cidade Maravilhosa, o Movimento D´ELLAS organiza no dia 29 uma mostra de filmes e debates, às 18h, e show de Flávia Maqui, às 20h. À meia-noite tem uma festa no Bistrô On Night (Visconde de Inhaúma, 115, Centro). Reservas: (21) 2263-4546 / 2777-1519.

Natal
No dia 29 acontece em Natal (RN) a 1ª Caminhada Lésbica pela Cidadania Plena de Natal. Concentração: Rua João Pessoa, às 10h. Infos: gamirn@yahoo.com.br.

Manaus
A Associação Amazonense de Gays, Lésbicas e Travestis – AAGLT, em conjunto com a Associação Orquídea GLBT, Articulação de Mulheres de Manaus e Associação Garot realizam em Manaus no dia 29 um Ato Público para marcar o Dia da Visibilidade Lésbica. Local: Av. Eduardo Ribeiro, esquina com avenida Sete de Setembro – Centro. Horário: 9h30

Sentada a beira do lago deixo minhas mãos tocarem a água
E meu reflexo se faz presente como um doce momento
Miro minha imagem procurando capitar o seu interior
Mas o que vejo me faz suspirar de dor e solidão
Vejo o coração a chorar a saudade de um amor
Percebo quão solitário ele está neste momento
As mãos lentamente se recolhem ao colo
Mas os olhos continuam presos a essa imagem
As lágrimas se misturam com as águas... Não há fúria... Mas dor.
Essa dor arremessa as mãos novamente às águas
Golpeando-as continuamente a afugentar a imagem
Mas ela não sabe que a imagem sempre irá voltar
E sentirá a mesma dor.
Levanto-me num repente sacudindo o corpo cansado
Os olhos a mirarem as águas, indignados voltam-se a fecharem.
Lentamente deixo minhas mãos enxugarem as lágrimas
Como dói essa solidão!
Foi aqui que eu te amei... Beijei-te e me embriaguei no seu amor.
Foi aqui que fizemos as juras de amor eterno...
Ainda sinto seu perfume e vejo seu sorriso me convidando
Ainda ouço suas palavras ecoando sobre as águas
Á me chamar para um banho.
Como é doída essa saudade de um amor que se perdeu!
Hoje estou só... Tão só... Tão triste... Choro sua falta.
O nosso sonho se perdeu no passado
Bem sei que voltar você não, mas poderá.
Seu corpo se foi... Mas suas palavras ainda vivem em mim
Sua imagem me acompanha como uma sombra
Ainda há tanto amor em mim!
Talvez venha a amar outro alguém um dia
Mas não sei se te esquecerei por definitivo
Porem preciso tanto de alguém para amar
Alguém com quem eu possa olhar as águas do lago
As estrelas no céu a cintilarem
A lua mudando suas estações
Contemplar o por do sol
Preciso de alguém que seja a minha sombra
Mas que me ame tanto ou mais do que você me amou!

Rosa D Saron
Amo vc minha Dri e nunca vou deixar de amar vc, so coloquei este texto zqui pq achei belo, mas pensar em terminar nuncaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
Aqui
Eu nunca disse que iria ser
A pessoa certa pra você
Mas sou eu quem te adora
Se fico um tempo sem te procurar
É pra saudade nos aproximar
E eu já não vejo a hora

Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você
Você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar
Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está
Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim

Aqui
Agora que você parece não ligar
Que já não pensa e já não quer pensar
Dizendo que não sente nada
Estou lembrando menos de você
Falta pouco pra me convencer
Que sou a pessoa errada

Eu não consigo esconder
Certo ou errado, eu quero ter você
Você sabe que eu não sei jogar
Não é meu dom representar
Não dá pra disfarçar
Eu tento aparentar frieza mas não dá
É como uma represa pronta pra jorrar
Querendo iluminar
A estrada, a casa, o quarto onde você está
Não dá pra ocultar
Algo preso quer sair do meu olhar
Atravessar montanhas e te alcançar
Tocar o seu olhar
Te fazer me enxergar e se enxergar em mim