13 de abr de 2009

REPORTAGEM

Ciência acena com a possibilidade de casais gays gerarem seus próprios filhos biológicos
Por Redação
13.04.09
Uma novidade científica pode realizar os sonhos de muitos casais gays e de lésbicas de ter filhos biológicos dependendo somente das duas mães ou dos dois pais, com ajuda de uma barriga de aluguel neste caso. A ideia é explicada por cientistas graças às chamadas células iPS (sigla inglesa de “células-tronco pluripotentes induzidas”).
As iPS, que são funcionalmente idênticas às células-tronco, podem ser revertidas ao estado embrionário por meio de manipulação genética. E é nessa capacidade de reversão que está a “mágica”. “Os pesquisadores já conseguiram produzir espermatozoides a partir de células embrionárias. Nada impede que também consigam isso com as células iPS”, diz o biólogo Stevens Kastrup Rehen, que estuda as células iPS na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
Depois que as iPS, de um homem por exemplo, chegassem ao estado embrionário, substâncias induziriam as células a assumir a forma de óvulos, o mesmo pode acontecer com as mulheres, que podem ter suas células transformadas em espermatozóides. A diferença é que um casal do sexo masculino precisaria de uma barriga de aluguel para poder gerar o bebê.
A técnica, no entanto, ainda não é controlada com precisão pelos cientistas. Por isso, muitos estudos precisam ser feitos para que não ocorram gestações de risco para o feto e para a mãe.

AMOR, SENTIMENTO INDIZÍVEL


Laura Limeira


Que sentimento é esse que nos veste com olhares novos?
Qual a sua biografia?
De onde ele vem?
Ah, o amor...
O amor não se explica, ele se explícita!
Não está dentro de mim, nem de ti, mas entre nós!
Só ele aproxima as criaturas
O amor nos faz ver beleza onde não há nos proporcionando...

- Paciência na espera
- Brilho no sorriso
- Elevação da auto-estima
- Esperança de dias melhores
- Calor no frio
- Novidade na rotina
- Prazer em fazer novos planos
- Ír dormir sem estar com sono, só para sonhar com a pessoa amada
- Desejar o passar das horas para novos reencontros
- Sentir aquele calafrio nos momentos de saudade
- Estremecer ao lembrar o cheiro, o toque, o olhar
- Desejar incontrolavelmente estar sempre ao lado do outro

O amor não se importa se estamos juntos ou separados...
Ele surge e nos emociona
Ele chega e e se instala
As vezes as criaturas se afastam mas ele permanece
Outras vezes dá-se o contrário...
As pessoas permanecem juntas mas ele vai embora
O amor tem o poder da transformação
Ele é surpreendente, inexplicável, único!
Assim é o amor...
Esse imenso amor que sinto por você!
TE AMO MORE MIO DEMAISSSSSSSSS
BEIJOS COM MUITA PAIXÃO DA SUA BRANCA....

REPORTAGEM

Cultura GLS: ESPECIAL
Luto
13/4/2009
Morre coordenador do Programa Brasil Sem Homofobia
Por Redação
Um acidente matou na madrugada do último domingo, 12, o coordenador do Programa Brasil Sem Homofobia, Paulo Biagi, de 44 anos. Ele faleceu após um acidente de carro na BR-150, próximo à cidade de Sobradinho, no entorno de Brasília. Ele dirigia um Palio em direção ao Plano Piloto quando foi atingido por um Peugeot que trafegava na contramão onde estavam dois jovens, que devem ser ouvidos pela polícia. Paulo Biagi era funcionário da Caixa Econômica Federal e trabalhava atualmente na Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, no Programa Brasil Sem Homofobia. O corpo dele foi velado na noite de domingo no cemitério Campo da Esperança. O sepultamento será às 12h desta segunda-feira, 13, no cemitério Memorial Parque, em Anápolis (GO).Paulo Biagi foi uma personalidade fundamental na organização e execução da I Conferência Nacional LGBT, em 2008, e um dos articuladores do Plano Nacional de Promoção da Cidadania e Direitos Humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT), que será lançado no próximo dia 14 de maio.